Formação para o Trabalho x Formação para a Vida: Do princípio educativo do trabalho à educação emancipatória.

Formação para o Trabalho x Formação para a vida

Inúmeras inquietações trouxeram-me à ontologia crítica do homem. Indagações sobre a sociedade atual remeteram-me à necessidade de buscar na história algumas conexões.

Questionamentos em diversas áreas de atuação humana remeteram-me a possíveis relações de ação e consequências, cujas tendências direcionaram-me a considerar a necessidade da educação humana, não institucionalizada, a fim de uma transformação social.

Minha pequena experiência na área educacional suscitou reflexões e análises que convergem em outras áreas do conhecimento como filosofia, história, economia, sociologia, antropologia, psicologia, relações internacionais.

Consinto-me afirmar neste ensaio, quanto à necessidade de revisão das políticas públicas em educação no Brasil, principalmente no que diz respeito à fase crucial do jovem brasileiro, durante seu curso no Ensino Médio, que é a de opção e formação para o trabalho. É, necessário pensar no conjunto das atividades pedagógicas a fim de promover uma educação democrática e emancipadora em processo de permanente libertação.  

Como referenciar: 

MEDEIROS, J. L. Formação para o Trabalho x Formação para a Vida: Do princípio educativo do trabalho à educação emancipatória. Mauritius: Novas Edições Acadêmicas, 2019. 

Tags:, , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *